o “Olho do Vulcão”…


dsc02000.jpg

O Dossier mais recente deste vosso instrumento de informação local está a criar a maior efervescência na “Casa Branca” cá da terra…

Uns sabiam, outros não e a outra parte, a maioria, quer saber! Mas, como é habitual, não pergunta, intimida e aguarda a delacção…

Inteligentes são alguns e criaram a dúvida: “-Terão qualidade “esses tais” azulejos?”

Poderosos, outros, bociferam contra a divulgação do património e da sua localização: “-Quem o deixou entrar ali?”

Quero, fazendo pausa nas revelações, introduzir duas declarações:

1- Tenho o direito de conhecer e aceder ao Património Municipal;

2- Defendo a divulgação do Acervo Artístico Municipal.

Do tópico 2 tratarei oportunamente neste blog, por estar aí uma considerável riqueza colectiva desconhecida dos munícipes e que apenas decora gabinetes ou ganha poeira!

13 comentários

Filed under Património Histórico

13 responses to “o “Olho do Vulcão”…

  1. MYA

    Ainda não apareceu ninguém dos responsáveis camarários a dizer algo sobre o assunto ? Os homens desprezam os blogs, assim como outras coisas da nossa terra que são de nenhuma importância para tão importantes figuras. Eu continuo a não saber do nível dos azulejos embora não seja uma entendida. Será que os homens acharam que não tinham um valor por aí além e trataram do os esconder?. o Ex presidente Cavaco teria uma palavra a dizer já que parece ter sido no seu reinado que a coisa foi encomendada. seBASTIÃO pela razão ! MYA

  2. DUARTE

    seBASTIÃO PELA RAZÃO ! Boa frase para a sua campanha por S. Sebastião. Mas por agora é preciso desvendar esse tal Segredo dos azulejos azuis “. Bom título para o tal senhor escritor louletano conhecido por ” Malinha ao vento ” escrever umas dicas e aproveitar para insultar a oposição louletana que para ele são apenas … ninguém… Que gente importante tem surgido nesta terra nos últimos tempos. Duarte

  3. J.JOSÉ

    Os blogs de Loulé parecem estar a ter grande visibilidade pois já alguns amigos me falaram deles.
    Este Sebastião, então, é mesmo altamente interventivo. Boa sorte para Loulé terrra de bons e antigos democratas agora a passar por fase menos boa. Boa noite. JJosezinho

  4. Como se previa…como se previa…

    Mais do que tentarem esclarecer o provável cambalacho por aqui oportunamente denunciado, optam pela caça às bruxas o que não será até de espantar, dada a propensão ditatorial que os tem caracterizado durante a governança.

  5. ARY

    A que se refere a Camila optam ” pela caça às bruxas “. Gostaria de de saber da insinuação. Ai Ai AI. ARY

  6. Ary; foram inquiridos trabalhadores sobre a franquia de acesso ao local de armazenagem dos azulejos e insinuada a quebra de segurança dos mesmos após a publicação do tópico… logo; “caça às bruxas”! Como declarei não precisei de ajuda para chegar lá!
    Outros comentadores que queriam ver intervenções de responsáveis com opinião ou acção neste assunto; direi que prossigo contactos para as colher, não sendo de esperar que as façam espontaneamente aqui no blog, transmitirei aquilo que fôr deles recolhendo, já falei com Vairinhos e Aleixo, vou falar com Mendes Bota (pouco deve saber) e José Cavaco na próxima semana. Em 1990 com Vairinhos, houve dúvidas técnicas sobre a capacidade do muro suportar aquele isolamento de superfície… não esqueçamos que tinham sido recomeçados os trabalhos de construção do Santuário e os recursos autárquicos não eram os que são hoje! Com Aleixo a questão não foi nunca colocada; aguardo que este autarca nos honre com um comentário…
    Sobre a qualidade artística e a tese do “cambalacho”, irei publicar imagens do estudo original para ajudar a avaliar e a compensação,em voga na época, foi cumprida pelo requerente nos termos exactos em que foi exigida, bem ou mal, decidiu quem pode: José Cavaco!

  7. Manuel dos Santos

    Boa dica, Almeida! Onde pára o acervo municipal? Quantos armazéns obscuros existirão pejados de preciosidades. A nossa memória colectiva não pode ser tão mal tratada. A noites brancas, os mercadinhos e as campanhas LC são fumaça que se dissipa na hora seguinte. Não trazem valor acrescentado, apenas iludem os comerciantes que se cansam de esperar pelos clientes que não existem. A propaganda não pode ser a única forma de pôr Loulé no caminho certo. A nossa terra tem património, potencialidades e gente, muita gente para a valorizar. Deixem-se de propaganda barata, que nem banha da cobra têm para vender.
    Queremos ver os azulejos no seu sítio. Que apareçam os responsáveis a dizer o que pensam, se é que pensam alguma coisa de jeito.

  8. Berto

    Muito bem explicado por parte do detentor deste blogue, começo eu a perceber alguma coisa deste episódio de romance autárquico. Não há nada como uma boa explicação. Agora falta sabermos o resto da história. O Snr. Almeida, já vimos, que tem
    paciência , pachorra e interesse por estes assuntos que Loulé práticamente desconhece. Continua no próximo capítulo. Que venha porque parece haver mais explicações para dar.
    Verdad siempre ! Berto da Serra.

  9. Palma

    Estou aos poucos a ficar elucidado sobre o assunto dos azulejos escondidos algures. Obrigado pela visita à minha pequena sala de estar e já lá pode ler a resposta ao seu professoral comentário. Bom dia porque já vem nascendo a manhã…….algures…PALMA

  10. Já que falam em coisas interessantes gostava que um dia o seBASTIÃO se lembrasse de colocar aqui algo sobre essa grande figura da nossa praça, o multifacetado “Malinha de Vento”, é que acho que as pessoas teriam muito para dizer sobre esse “Ch***” que a Câmara de Loulé dá abrigo e cobertura. Para mim o gajo até é parecido com Ricardo Araújo Pereira dos “Gatos fedorentos” e já agora tirem uma fotografia aos contentores da loja de sua mãe, ali mesmo no centro da cidade, é uma vergonha para a imagem da cidade, ali já deveria estar um carrocel para os putos.

  11. Otelo S Car(v)alho

    Ruca, esse é o tipo de comentários de que a malta dispensa por aqui. que não gostes do homem… perdão, do malinha, é uma coisa, agora foleirices sobre a actividade comercial da mãe ou de quem seja é reprovável, se sabes algo liga para o serviço que trata dessas situações e denuncia isso e outras que possas saber, eu dispenso esse tipo de comentários .

  12. Otelo S Car(v)alho

    Almeida, então que andavas a fazer naquela coisa do marketing das cidades? já recebes convites para eventos do LC ?

  13. adolFo dias

    Se alguns trabalhassem no duro de manha até á noite não tinham depois apetite para andar por aí de máquina em punho á procura disto e daquilo, e ainda criticam o Socrates por lhes cortar a rédea, trabalho para cima Socrates. O burro só raspa com os cascos no solo da cavalariça nos dias em que não lavra!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s