O Coreto vai virar… conjunto Escultórico!


blog

É verdade que há décadas, nele ninguém toca uma nota. Estando onde está, ninguém, ouviria o som que dele saísse!

Vai fazer oito anos que o candidato, agora presidente, declarou desejá-lo mudado de sítio sem precisar qual seria o novo poiso… A ideia foi recebida entre novidade e cépticismo, mas, de verdade não seria novidade, este espaço musical dos tempos em que qualquer som já era uma festa, mesmo que de acordeão, tempos em que nem se sonhava com radiotelefonia muito menos com mp3. Tempos diferentes esses, em que ir ao Mercado dava direito a actuação da Banda, ali mesmo defronte… Mas, mesmo assim, foi arrastado para longe por força da construção da nova Avenida José da Costa Mealha!

Deixada cair, até agora, a promessa eleitoral e sem função digna de um Coreto, além da arqueológica, eis que num “golpe de ilusionismo” vai virar “palco” onde actuarão sem cessar “rígidos músicos” em círculo ordenados, numa anedótica alusão ao passado!!!

– Quanto melhor não ficaria defronte da “Casa do Pombal”, com espaço em redor acolhendo Bandas e grupos de Jazz em actuações de nos sábados de tarde?

Até que “os humanos a ver aviões” ficaram bem, já os “pescadores na rotunda de Quarteira” ficaram mal, os “falsos músicos em círculo” iremos ver como ficarão… Aquilo que os Autarcas com dinheiro inventam!!!!

25 comentários

Filed under Eleições, Loulé, Património

25 responses to “O Coreto vai virar… conjunto Escultórico!

  1. Palma

    Achei estranho que depois de montados os andaimes durante tantos dias agora os tivessem retirado muito rápidamente. O que aconteceu então ?Desde sexta à noite que lá não passo.

  2. Palma

    Voltando ao tema das Europeias, estas são sempre as eleições que movimentam pouco todos os partidos. Talvez porque saibam que para elas o zé pagode não está muito virado. É coisa tão distante…. Fica lá no fim do mundo. O que realmente interessa é que eles nos enviem os milhões.

  3. Opus

    Na realidade é como o Professor diz. Estes homens de Loulé não sabem o que fazer ao dinheiro (ajuntado) para as eleições. Não há um projecto. Não há uma sequência de trabalho. ´E tudo ao monte e volta atrás para amontoar novamente. E a gente a ver passar, não a banda que essa já leva trolitada nas procissões, mas homens de trabalho com engenheiros de faz de conta e outros a sério mas que não se dão nada com esta embrulhada. Aguardemos porque do Céu há de vir um sinal. Opus

  4. castro

    Alianças e mais alianças. No Público vem publicada um crónica do Miguel Esteves Cardoso. Quem a quiser ler faça favor: A insana aliança.

    «No PÚBLICO de ontem, em grandes letras vermelhas, noticiava-se (…) que: “Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, e o arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, reunidos ontem em Braga, concordam com a necessidade de avançar com medidas de combate aos problemas sociais do país como forma de atacar a crise económica.”

    Tanto faz ser um comuna ou um bispo. O puritanismo é o mesmo. O desejo de mandar em todos os nós é o mesmo. A convicção de que são melhores do que nós, também. Idem aspas a existência, enrrolado num cilindro debaixo do braço, de um plano para nos salvar a todos.
    Visto do outro lado, o desgraçado do camelo que passa mais facilmente pelo buraco de uma agulha do que um homem rico pelos portões do paraíso já tem uma foice e um martelo pintados na bossa. E os comunistas já passam mais facilmente do que os capitalistas.
    Considerem-se tramados. »

    Miguel Esteves Cardoso, Público, 02.05.09.

  5. castro

    IMAGINEM SÓ:O silêncio dos puritanos.

    Imaginem Alegre numa passeata com Louçã. Imaginem uns amigos de Mário Machado que insultam e empurram Alegre. Imaginem Louçã no prime time dos telejornais.

    Filipe Nunes Vicente.

  6. António Aleixo

    Enquanto o maestro dirige
    A batuta com acerto;
    Dá tempo que a gente mije,
    E cague para o concerto.

  7. anónimo

    O Coreto faz parte do Património da Cidade, como tal, deve ser conservado. Restaurar, tudo bem, acrescentar-lhe algo é estragar. Haverá muitos iguais neste País? Se não há, deviam ter orgulho naquilo que têm!

  8. jesualdo fernandes

    E depois admiram-se que o povo se comece a revoltar, então vejamos, colocar estátuas no coreto é ideia de quem não sabe o que fazer ao dinheiro, então e quem defende a ideia de mudar de local o coreto é ideia de quem sabe o que fazer ao dinheiro? Como a ideia não surgiu de uma cabeça suxa, já nao presta…! É facil criticar o que os outros fazem, mais facil ainda criticar decisões depois de outros as tomarem, o engraçado é que os que tanto criticam nada fazem, limitam-se a “passear” por blogues auto-promocionais! Já agora onde anda o salvador da patria J. V.? Alguém o viu? Já o homem voltou do Brasil após a recente viagem?

  9. castro

    O Coreto deveria ficar exactamente como está. O mesmo que deveria ter acontecido ao cinema. Todo escanecado por dentro. Para quê ? Para ser um outro cine-teatro? Porque não renová-lo como se fez ao Mercado? Palco novo, cadeiras novas, ar condicionado, sanitários. Ficaria um mimo. E continuaria a ser o grande Cine Teatro Louletano que foi durante estes quase 80 anos. Sobraria muito dinheiro para talvez fazer um auditório. Quer dizer que gastam uma fortuna para ficar mais ou menos como o cinema Charlot ali na Rua Major Olival? Bardam…da
    para esta forma de gerir os espaços de Loulé. Castro Smills

  10. Nelinha

    Dou daqui uma Viva ao Castro. Penso igual. Desejava o mesmo. Protesto igualmente e não sei que mais! Já agora antes de me retirar os parabéns ao comentador que colocou a sarcástica quadra do sempre nosso António Aleixo. Essa é das fortes. E Viva ! Nelinha

  11. Calado

    Eu Calado me confesso admirador deste blog que nos deixa vir aqui dizer as verdades a que temos direito. Coreto sim. Parvoìces não! E agora um texto do Rui Pena:

    Grande ausente na intervenção pública sobre este lamentável episódio é o tribuno de serviço à causa do anti-autoritarismo pavloviano: Manuel Alegre. Sempre pronto a denegrir como autoritários actos dos seus adversários políticos, parece conviver pacificamente com a manifestação inequívoca do autoritarismo quando protagonizado por amigos de conveniência. Esclarecedor.

    Inserido por Rui Pena Pires às 18:34

  12. Anónimo

    Oh calado esse Rui Pena Pires é o marido da ministra da educação não é? Pois…

  13. Jesualdo; meu caro, você é mesmo Campeão da… simpatia!
    Ora veja lá que conseguiu num comentário apenas, criticar duplamente a Oposição Autárquica por duas ideias imputáveis ao Executivo PSD da Câmara!(?)
    Caiu na prosa do texto e, vai daí, como a vontade era dizer “Amém Seruca!”, tornou-se o “apanhado” do tópico. Olhe o programa eleitoral de 2001 e leia nele a intenção de mudar de lugar o Coreto!
    Saiba que com isso eu concordaria, agora com a subversão do espaço e do símbolo num objecto “kitche” é que não concordo mesmo.
    Numa ou noutra “ideia” nunca esteve o dedo da oposição, nem a sua opinião foi ouvida!

  14. Calado

    O Jesualdo é o que se pode chamar a Voz do Dono. Oito anos depois de subir ao trono é que o Dr. Seruca e os seus companheiros de trabalho se lembraram em véspera de eleições mudar qualquer coisa no Coreto porque assim é que não podia ser. Ele tinha que deixar alguma marca. Por isso se vê a marca do jardim de S. Francisco. O nosso Cine Teatro como alguém referiu está todo escavacado para depois parecer uma sala como a do Cinema Charlot, ali mesmo atrás. Os edificios antigos devem seguir o seu traçado original. Ou então as gerações passadas e presentes já não têm referências com tanto embelezamento saloio. Façam coisas novas como esse tal embelezamento. Quanto ao J. Vairinhos continua a trabalhar para o seu projecto de futuro para este concelho remendado por todos os lados. Que os louletanos saibam dizer SIM na altura sob pena de continuarmos a ser o que somos. Um concelho remendado e sem graça salvo raras excepções. Calado

  15. Ryo

    Quem ouviu o J. Vairinhos no almoço em Loulé há poucos dias e em que estiveram presentes muitos louletanos, viu e sentiu que há um novo projecto para esta terra.
    Uma equipa de gente competente e capaz de voltar a fazer alguma coisa de grande por este grande concelho. Remendos como diz o Calado já chegam. Ryo

  16. Fox

    Ao anónimo da quadra do Aleixo fiquei sem saber se a quadra é mesmo do Aleixo ou é à Aleixo. Se tiver mais desse tipo brejeiro faça favor de as colocar que a gente gosta de brejeirice para além da qualidade de todas as quadras aleixinas. Fox

  17. Mexicano

    Ora aí está mais uma resposta dada pelo Snr. Almeida à medida das algibeiras e das orelhas de um tal Jesualdo que pelo nome, deve andar a seguir todas as novelas dos 3º e 4º canal não contando com o canal do Panamá.

  18. Alex

    O Coreto vão pintalgar
    Por causa das eleições
    E bonecos vão colocar
    Pra gastarem os milhões

    A banda passa a tocar
    Lá pros lados do “Continente”
    Pro Belmiro nos chupar
    O que resta cá da gente

  19. Anónimo

    A quadra por mim referida é do Poeta António Aleixo.

  20. Mexicano

    O PSD Algarve com o nosso conterrâneo Mendes Bota, que queria há tempos ser candidato a Faro, já que em Loulé o Dr. Seruca não o deixa, está numa embrulhada em Olhão. Vejamos o que nos conta o Calçadão de Quarteira:Toda a gente se deve recordar a “novela” que foi a propositura de Gonçalo Amaral para candidato a encabeçar a lista que irá concorrer pelo PSD à Câmara de Olhão.

    Bota decidiu, nessa altura, provocar um braço-de-ferro com a líder do partido. Perdeu, apesar de ter tentado tudo para levar a sua àvante. O candidato passou a ex-candidato e Bota, que convive mal com tudo que não seja o que sai da sua cabecinha, teve de meter a viola no saco.

    Congeminou, então, outra estratégia, convicto que estaria a meter Ferreira Leite e a Comissão Nacional contra a parede: “Então, se vocês não aceitam a nossa proposta, agora terão de nos dar ‘uma figura nacional’ para ser candidato”.

    A resposta veio célere e não oficial. “Mendes Bota é ou não, dentro do partido, ‘uma figura nacional’? Então, aí o têm”.

    Bota, que tanto desejou ser candidato à autarquia de Faro e a quem Macário, de acordo com os órgãos nacionais, já tinha passado a perna, terá embatucado. Nem estava nada interessado em ser presidente de Câmara em Olhão e, muito menos, em ser cilindrado pelo João Leal. Meteu a viola no saco.

    O tempo corre, o PSD tem o seu leque de candidatos já definido para todo o Algarve.

    Todo? Não! Um município hesita, bloqueado e sem soluções.

    Por isso, amanhã Daniel Santana, o líder da secção olhanense, vai ter que reunir as suas hostes e definir, dentre os seus militantes, qual o que está disposto a “ir ao sacrifício”. Só para dar razão ao que se pode ler na introdução do site do PSD/Algarve: “o PSD Algarve foi e é um claro exemplo de que a politica é uma actividade de dedicação à causa pública”. Digam lá isso ao Bota!

  21. Dinamo

    O nosso PSD anda mesmo pelas ruas da confusão. Precisava de haver uma limpeza geral.. Gente nova precisa-se. Mais confusão não. Até quando vai durar esta falta de direcção ao rumo certo?

  22. Palma

    António: Estive a ler o teu post sobre o lançamento do livro do Jorge Palma confessando desde já desconhecer desse tal lançamento e da pessoa em questão. Poderá dizer mais alguma coisa sobre quem é o Jorge Palma ? Abraço

  23. António Piçarra

    Meu caro amigo Palma:

    Jorge Filipe Maria da Palma nasceu em Loulé em 1978, tendo frequentado os ensinos básico e secundário na mesma localidade.
    Em 2001 licenciou-se em Engenharia do Ambiente na Universidade do Algarve e em 2007 concluiu a pós-graduação em Higiene e Segurança no Trabalho. É técnico superior da Câmara Municipal de Alcoutim desde 2003. Desde cedo despertou interesse pela Investigação da história local, nomeadamente sobre a sua terra natal, tendo desenvolvido pesquisas em vários arquivos nacionais. Em 2003 e 2004 integrou a Comissão Organizadora dos 450 anos da Mãe Soberana-Loulé, a convite da Câmara Municipal de Loulé e desde 2007 é membro da Comissão Municipal de Toponímia de Loulé. Foi co-autor da brochura FESTA DA MÃE SOBERANA-NOSSA SENHORA DA PIEDADE DE LOULÉ e do catálogo da exposição Mãe Soberana- O Património ,a Festa e as Gentes, publicados pela Câmara Municipal de Loulé em 2003 e 2004,respectivamente, e redigiu a biografia de Maurício Serafim Monteiro, integrada no catálogo da exposição Notáveis de Messines – Vivências e Contributos, a editar em 2009 pela Junta de Freguesia de S.B. Messines.

    (esta breve biografia consta do livro agora publicado)

    Parabéns ao Jorge Palma e o meu muito obrigado à C.M.L pela iniciativa…

    Espero ter ajudado!…

    Abraço

  24. Palma

    Ufa António Piçarra fiquei a saber quase a vida toda do jovem Palma que não é meu primo (penso eu). Na verdade não conhecia o ilustre louletano. Vou ver se consigo obter o livro agora editado. Uma boa noite e obrigado pela informação.

  25. Desculpa lá Palma, não te ter respondido, entretanto o Piçarra, como co-editor do “sebastião”, tratou disso e agradeço-lhe a ajuda.
    Terei todo o gosto em solicitar um exemplar do “Dicionário Toponímico de Loulé” que reservarei para ti, tratarei disso amanhã mesmo!
    Quero que saibas que tenho seguido de perto o trabalho deste jovem louletano, afável e trabalhador, apaixonado pelas ruas de Loulé e a razão dos seus topónimos… que, em meu entender, produziu uma obra indispensável na casa de todos os louletanos que gostam mesmo do seu berço.
    No post que lhe dediquei desejei transmitir com muita sinceridade aquilo que penso dele e do seu trabalho… Olha! em troca da oferta que te prometi aceita uma sugestão: Acompanha as iniciativas da Divisão de Cultura e História Local! São pouco festivas mas profundas de saber sobre a Terra e as Gentes de Loulé. O Jorge Palma é uma presença frequente nessa iniciativas, conhecê-lo-ias se também as frequentasses!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s