Independência!


“Eu conheço um país que tem uma das mais baixas taxas de mortalidade  mundial de recém-nascidos, melhor que a média da UE.

… onde tem sede uma empresa que é líder mundial de  tecnologia de transformadores.

… que é líder mundial na produção de feltros para chapéus.

… que tem uma empresa que inventa jogos para  telemóveis e os vende no exterior para dezenas de mercados.

… que tem uma empresa que concebeu um sistema pelo qual você pode escolher, no seu telemóvel, a sala de cinema onde quer  ir, o filme que quer ver e a cadeira onde se quer sentar.

… que tem uma empresa que inventou um sistema biométrico de pagamento nas bombas de gasolina.

… que tem uma empresa que inventou uma bilha de gás  muito leve que já ganhou prémios internacionais.

… que tem um dos melhores sistemas de Multibanco  a  nível mundial, permitindo operações inexistentes na Alemanha, Inglaterra ou Estados Unidos.

… que revolucionou o sistema financeiro e tem três  Bancos nos cinco primeiros da Europa.

… que está muito avançado na investigação e produção  de energia através das ondas do mar e do vento.

… que tem uma empresa que analisa o ADN de plantas e animais e envia os resultados para os toda a EU.

… que desenvolveu sistemas de gestão inovadores de clientes e de stocks, dirigidos às PMES.

… que tem diversas empresas a trabalhar para a NASA e para a Agência Espacial Europeia.

…  que desenvolveu um sistema muito cómodo de passar  nas portagens das auto-estradas.

… que inventou e produz um medicamento anti-epiléptico  para o mercado mundial.

… que é líder mundial na produção de rolhas de cortiça.

… que produz um vinho que em duas provas ibéricas  superou vários dos melhores  vinhos espanhóis.

… que inventou e desenvolveu o melhor sistema mundial  de pagamento de pré-pagos para telemóveis.

… que construiu um conjunto de projectos hoteleiros de excelente qualidade pelo Mundo.

O leitor, possivelmente, não reconheceu neste país aquele em que vive…

PORTUGAL”

(Nicolau Santos in Revista Exportar)

A independência afirma-se com dedicação, coragem e trabalho… celebremos a Independência reconquistada em 1640!

5 comentários

Filed under História, ssebastiao

5 responses to “Independência!

  1. Lagrima

    Carpe Diem. Em contextos monárquicos, o rei é a figura de “Estado” que aglomera as expectativas dos súbditos e o reino a identidade de um povo. Destituir este último, o povo, dos primeiros, o rei e o reino, é deixar a massa popular sem referências para as quais deve canalizar o seu sentimento de patriotismo. Foram, para além de todo um conjunto de abusos fiscais e outros, a falta da presença de um rei e o sucessivo desrespeito pelo decidido nas Cortes de Tomar de 1581 que conduziram à revolta de 1640. O povo ganhou consciência que era necessário defender a sua autonomia e isso é louvável numa altura em que fronteiras e símbolos nacionais eram ainda ideias ténues. Assim sendo, no meu ponto de vista, defender hoje uma política iberista é desrespeitar a História e os seus agentes. Acima de tudo é desprezar a luta de muitos que perderam a vida ao longo da História de Portugal para que Portugal pudesse ser hoje um País tal como é. Evidentemente, para aqueles que não são patriotas e ponderam a ideia de “vender” a sua nação a efeméride de hoje é oca, no entanto, são mais, felizmente, aqueles que continuam a dizer, séculos passados, que morreriam pela sua bandeira. Se a história tivesse sido diferente hoje talvez fossemos espanhóis e gostássemos, contudo, em história não há “ses” e hoje sabemos, pelo menos eu sei, que é bem melhor ter uma outra pátria, só nossa e onde se fala e escreve a língua de Camões. O único aspecto lamentável, no meu ponto de vista, é Portugal enquanto povo e nação levar tanto tempo a reagir à opressão a que já foi diversas vezes sujeito. Para “mandar embora” os Filipes foram precisas seis décadas, o Salazar teve por cá uns quarenta anos… Urge maior rapidez a protestar e a falta dessa rapidez continua a ser um dos defeitos do povo português. Enfim, bem hajam os que tornaram possível estarmos aqui hoje podendo dizer “Sou Português”. Feriatus Est!

  2. Pleno acordo!
    Lenta reacção e pouca união. Muito olhar para o lado ambiccionando aquilo que outros são e nós não.
    Sou anti-iberista: Sou PORTUGUÊS e INDEPENDENTE!
    (Faço as compras de Natal em Portugal.)😉

  3. Palma

    Um texto contra a choradeira de carpideiras do nacional choradinho. Fomos e somos um Povo com uma História que nos dignifica apesar de todos os males acontecidos. \\ Os patriotas que pelo Natal ou em outra época qualquer do ano correm para Paris, Londres ou mesmo Huelva para fazer as suas compras festivas deveriam pensar duas vezes quando se lançam bota a baixo. Gosto muito da Espanha por vários motivos mas antes de tudo soy PORTUGUÊS e Independente como muito bem diz o Almeida Professor de muitos saberes. UM bom feriado para todos. Palma

  4. Pedro VI

    Neste 1º dia de Dezembro data em que nos libertámos de quem nos queria como reféns é bom que pensemos em ser mais optimistas. Os Medinas Carreiras nacionais deveriam ser menos escutados porque envenenam as mentes que precisam de optimismo e esperança. Gente dessa embora muito intelectualoide não gostam do país onde nasceram a não ser que lhes ofereçam um lugar de Ministro.
    Pedro VI.

  5. INRI

    Amigos; Conhece-te a ti mesmo. — Nosce te ipsum. Enquanto dormem os gatos, correm os ratos. — Dum felis dormit saliunt mures.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s