Quanto mais magro está, mais atacado é!


Calaram-se aqueles que endeuzando o Mercado lhe atribuiam virtudes reguladoras e se remetem à cobarde agressão ao Estado perante a própria incapacidade de responderem às “ondas auto-gestionárias” dos estrategas das Finanças e dos seus “jogos opinativos” e pouco transparentes.

O fim da aventura capitalista é, ainda, povoada por “malabaristas” cuja acção ainda está longe de ter consumado a destruição do pilar central do sistema: Nós!

Perante tanta louca ganância será que haverá retoma económica para Portugal que dependa dos Portugueses? Será que os malabaristas não nos condenaram antes, com a anuência dos liberais nacionais?

Vale a pena ler o “Der Spiegel” aqui referido pela TSF!

8 comentários

Filed under ssebastiao

8 responses to “Quanto mais magro está, mais atacado é!

  1. Nobre

    O problema é precisamente esse: os que endeuzaram e endeuzam o Mercado não se calaram, nem um bocadinho. E é precisamente em seu nome que se preparam as próximas arremetidas: cortes na despesas do estado,congelamento dos salários,aumento do desemprego,redução das despesas sociais,aumento de impostos e tudo o mais que o cardápio neo-liberal achar conveniente.Claro está, tudo isto, com o beneplácito dos três: CDS,PSD e PS.
    Grande dor de cabeça se aos mais poderosos, com a Alemanha à frente, lhes ocorrer que a viagem só pode prosseguir com o alívio da carga que Portugal,Espanha,Irlanda e Grécia representam. Bonito ! Cada um por si porque todos se querem salvar.Resta saber se a Europa sobreviveria a uma tal amputação.
    Melhor seria que se convencessem de que não há soluções nacionais e que a resposta à crise ou é à escala europeia ou teremos todos de lidar com um recuo civilizacional de consequências imprevisíveis.

    O problema não está no Sócrates, na Ferreira Leite,no Sarkozy,na Merkel,no Zapatero, ou no sr. Gordon Brown … As suas receitas é que estão falidas.Não vale a pena insistir.
    A economia de mercado,o sistema capitalista tal como o conhecemos não têm condições para continuar adiante.

    Nobre

  2. Sol

    O deboche.

    Escutas a Pinto da Costa foram colocadas no Youtube. Há gente no Ministério Público que já há muito tempo que entrou em rota de colisão com o Estado de Direito (recuso ouvir estas escutas, como recuso piratear filmes na internet).

  3. Dias

    O primeiro-ministro José Sócrates defendeu esta quinta-feira, em Paris, um «governo económico da Europa» e concluiu que a resposta à crise mundial teve em conta «as lições da História» e provou a importância do «bom e velho estado». No entanto, o primeiro-ministro português lembrou que é preciso resistir à ideia de que «o pior já passou».

  4. Japon

    Este velho Capitalismo está gasto. E nós Portugal estamos reféns dele como outros mais países. Quem conseguirá jogar mãos à obra? Quem poderá avançar com a grande mudança? Ou todos ou nenhum!

  5. Annie

    Há realmente sinais de retoma em algum lado do mundo? Ou é apenas um pouco de esperança vendida para não desmoralizar?

  6. Tony Hertz

    O Der Spigel para a gente valerá o mesmo que a Voz de Loulé? É que no fundo quem tem a massa é o grande capital. E quem o poderá vencer ou convencer a mudar?

  7. Amadeus

    Nem tudo são más notícias. Um estudo publicado no Vox, (embora baseado em pressupostos que são, como sempre, discutíveis) fornece dados elucidativos de que quer a desigualdade de rendimento quer a pobreza absoluta estão em regressão à escala mundial. Os autores estimam que, entre 1970 e 2006, a população que vive com menos de1 dólar por dia, desceu de 26,8% para 5,4% e que também o índice de Gini, que mede a desigualdade de rendimento mostrou diminuição dessa desigualdade.

  8. Pois é amigos; a “democracia” do rating impôs, tendo como representantes os negociadores do CDS-PP, as suas imposições!
    Tudo para não sermos “mal falados” no meio “Bancário Internacional”, com medo de sermos mal falados na “zona Euro”. Vão outra vez aqueles que menos podem os que mais vão sofrer para, no fim, não salvar coisa nenhuma e tudo ficar pior!
    Próximo post sobre, como vê o escriba, a negociata do Orçamento, de que resultará que o “Pilar do Meio” será mais esmagado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s