Ao Terceiro dia… Chegou a Folia!


17 comentários

Filed under Algarve, Blogosfera, Fotografia, gente, Loulé, ssebastiao

17 responses to “Ao Terceiro dia… Chegou a Folia!

  1. goma

    Vá lá que se salvou a terça. O público está cada vez mais indiferente. Mas os que têm de saltar por obrigação ainda o fazem a troco de uns tostões. Coisas do nosso Carnaval . Goma

  2. Farense

    As brasileira mexeram-se e a salvação foi não estar o frio de ontem. Até o D. Macário resolveu fazer frente ao centenário Carnaval de Loulé inventando um pastelão carnavalesco. Igual a ele está claro.

  3. Peter

    Alte e Quarteira também fizeram umas brincadeiras. Mas o nosso é sempre o nosso. Já deviam ter acabado com aquilo há uns tempos. Carnaval é na sede do concelho e mais nada. Dividir para quê?

  4. Momo

    Também acho que o carnaval se deveria resumir a Loulé onde todos juntos faríamos um grande e grande Carnaval. Assim fazem-se festas de ca-ra-cá-cá só para dizer que se fizeram?

  5. Lucy

    Ao terceiro dia fez-se carnaval. Com carros do ano passado e alguns deste ano. Os que chamam mais a atenção são os dos bonecos grandes. O pessoal olha e gosta porque é grande. Os piqueninos não se safam e às vezes são os melhores.

  6. loutano

    Esta tarde houve um cheirinho a Carnaval. O engraçado é que se vêm poucas pessoas de Loulé. O resto é tudo de fora. Saturação? Frio? Há que olhar para isso.
    Eu lá fui dar o dinheirinho pelo bilhete. Muitos dos louletanos que lá vão, vão de borla. Posso não achar grande piada a tudo aquilo mas pago. Não sou diferente de qualquer outro cidadão.

  7. Anyta

    Os grupos de jovens que ajudaram um pouco o desfile apesar da maior parte estar pouco à vontade, não deram para preencher o vazio atrás de muitos carros. Mas já foi alguma coisa. Que não desistam como é habitual. O prémio prometido faz milagres. Se não houvesse nada. Ninguém lá aparecia. Os espontâneos estão escassos. Preferem ir para a Guia ou para o Forum.

  8. Pouca gente mas bem juntinha, que o frio a isso convidava… o Vento em algumas rua era de tal força que retirava o equilíbrio aos desfilantes mais adreçados, mas sentiu-se festa!
    Lamentável o recurso a figuras já vistas e algumas delas sem qualquer contexto. De realçar, por positivo, o aumento de grupos a pé que trouxeram colorido ao Corso, embora tenham pouca interacção com o público. Excessivo o corpo de Segurança Privado na preocupação de conter os observadores no passeio… talvez por isso se tenham juntado poucas pessoas atrás dos carros! Nem para enquadrar uma fotografia nos deixavam pisar o alcatrão!
    Mas, apesar destas questões, a ver no futuro, a Festa não esteve má!

  9. Biló

    O Cortejo teve aspectos positivos e outros menos como sempre. A segurança é excessiva realmente. Qualquer dia precisamos de pedir autorização para tirar uma foto na estrada coisa que não aconteceu nunca em mais de cem anos de Carnaval. Esta Câmara tem necessidade de mostrar poder e força e é arranjando muitos seguranças que passa essa imagem cá para fora. Depois no dia a dia é o que se vê.
    A miudagem nova deu alguma alegria e preencheu os espaços vazios sendo certo que havia carros que à sua frente tinham mais de cem metros sem viva alma. Mas isso é mal que começou há anos e nunca mais se conseguiu regularizar. As tripulações dos carros também estiveram mais alegres. Os carros poucos e repetidos. Tudo isto é pouco para a fama de Loulé e do seu Carnaval.

  10. Tio

    É verdade que vem muita gente de todo o lado apesar de haver um carnaval quase em cada terra. Loulé tem atrás de si uma centena de anos de festejos o que lhe dá à partida uma certa segurança quanto a público presente. As mulatinhas trazem os mesmos gestos de sempre mas o pessoal quer é ver os nus ali ao vivo principalmente gente que não frequenta ao longo do ano, lugares onde se exibem corpos de mulher assim naqueles termos lol lol. A igreja católica local cala-se pois o poder laranja tem muita força. E assim fingem que não é nada com eles. E é assim que vai este mundo de enganos e de fingimento.

  11. Zeca pagode

    Apesar do frio hoje ser menos as pessoas não deixaram de vir espreitar o carnaval da nossa terra. Muitas coisas haveria a apontar mas não é hora para isso. Que venham sempre ao nosso Carnaval os visitantes habituais e novos pois com todos os defeitos ainda é o melhorzinho que se faz por aí. O Macário em Faro organizou para lá uma espécie de desfile momo para ganhar votos e roubar gente a Loulé. Acho que as pessoas se sentiram ludibriadas e para a próxima virão novamente a Loulé. 104 anos de folia não é para qualquer um Sr. Macacario. Zeca

  12. Isabel

    Queria endereçar os meus votos de parabéns e agradecimentos a todos esses jovens (e menos jovens) brancos, mulatos, azuis, de todas as cores, que participaram nesta edição do Carnaval de Loulé. Tendo em conta que sem eles esta festa não poderia existir, e que apesar das temperaturas excessivamente baixas, sobretudo na 2ª feira, com uns 7 ou 8º, foram aguentando essas condições difíceis, brindando os visitantes com muitos sorrisos e simpatia. Foram eles os heróis. Sabemos que não são profissionais do espectáculo, que possivelmente a formação e incentivos não serão grande coisa, mesmo assim eles aparecem e brilham. Pena que o público em geral, pouco ajude à festa, sendo que o que mais se destaca são semblantes tristonhos e preocupados talvez devido às dificuldades da vida, mas sem dúvida com origem na enorme quantidade de azedume mediático que diariamente nos entra pela casa adentro.

  13. anónimo

    Todo o Carnaval é estúpido, mas o nosso ainda consegue ser o menos estúpido possível!
    Dos carros que circularam, 10 eram novos; os 3 restantes deveram-se à “crise”…
    Segundo um amigo me disse, foram desenhados 16 carros, de entre outros, foram abolidos carros como o “Moulin Rouge”, o “Circo”, a “Tourada”, o “Cinema”, e o “Festival das Cançanitas”… É a crise meus amigos, é a crise!!!

  14. Depois daquilo que nos disse o anónimo anterior compreende-se melhor a difícil compreensão do tema deste carnaval: “No Mundo do Espectáculo”!
    Faltas graves as desses carros, pelo menos para ilustrarem o tema utilizado.
    Também fui informado que, um ano mais, as maquetas elaboradas pelo Luís Furtado foram mal interpretadas ou truncadas. Mas, não foi ele que o disse, que fique claro!
    Já agora, não recordo ter visto alusão à tela do Malhoa no carro do Fado!!!!

  15. João Chagas Aleixo

    Algumas reflexões pessoais sobre o Carnaval de Loulé de 2010:

    a) Nota positiva para o encurtamento do percurso do corso dentro da Avenida. Passaram-se das habituais cinco placas para quatro, excluindo-se a segunda placa da Avenida, provavelmente devido às obras do cineteatro louletano;

    b) Saudação especial para os «Sempre Prontos» que, ininterruptamente, desde de 1965 participam no nosso Carnaval;

    c) Nota positiva para o Programa do Carnaval em bilingue, com explicações acerca dos carros e sem erros ortográficos. Em 2007 ou 2008 consegui contabilizar, se bem me lembro, cerca de 11 (!) erros ortográficos ou gralhas no Programa Oficial;

    d) Nota negativa para a pouca criatividade dos carros. Em conversa com amigos mais velhos, estes confessaram-me que os carros parecem os mesmos há muitos anos;

    e) Nota negativa para a música. Antes a música era uniformizada em todo o corso, através de altifalantes espalhados pela Avenida. Agora cada carro tem a sua música própria, desde de pimba, passando por espanhola e acabando em músicas mais comerciais. Em contraponto com o samba. Trata-se de uma mistura completamente impercéptivel, uma vez que estamos a ouvir, ao mesmo tempo, músicas diferentes de carros diferentes;

    Pergunta: alguém me consegue explicar porque é que o Circuito Internacional de Vela que se realiza há cerca de trinta e quatro anos em Vilamoura ou o Círcuto Internacional de Patinagem em Linha que se realiza há cerca de sete anos faz parte do Programa Oficial do Carnaval e a Corrida de Carnaval das Barreiras Brancas, que se realiza, ininterruptamente, há mais de trinta anos, na manhã de segunda-feira, na Avenida José da Costa Mealha não faz? Não consigo compreender…

    Saudações Louletanas

  16. Isabel

    Concordo com o que acima foi dito, notório o sentimento de desgaste ao longo destes últimos anos no que diz respeito à organização desta festa com fortes raízes no concelho de Loulé, assim uma mais-valia que está em risco de se perder. Podemos ver como outros países dão valor à tradição do Carnaval: Brasil, França, Itália, Alemanha…

    Por aqui níveis baixos de exigência, o tradicional “mais ou menos”, que neste caso “ofende” quem nos visita. Se preparamos uma festa, por respeito pelos convidados, não devemos dar o nosso melhor?

    Verifica-se que a ausência de profissionalismo e de inovação abrange as várias manifestações culturais do concelho, carnaval, feiras de artesanato, procissões, grupos de folclore, etc… (devo dizer que tenho muito respeito por todas as pessoas envolvidas nesses eventos), apresentadas quase que como se houvesse vergonha pelo facto de elas ainda existirem! Essas tradições que outros países valorizam e até inventam, por cá são com maior ou menor grau desprezadas. Penso que a organização não acompanha o grau de inovação que é exigido nos vários níveis de outras vivências.

    Veja-se como os irlandeses ou os espanhóis souberam tirar partido do seu folclore e apresentam espectáculos de grande beleza:



    Alguma vez se imaginou na região uma escola de corridinho? E porque não ao estilo das escolas de flamenco que inovam e cativam tantos espectadores?

  17. Marco

    Eu desfilei no Carro do nosso primeiro ministro.
    No nosso carro era só jovens entre os 15 ao 17, do nosso grupo nunca ninguém parou de dançar, Até quando nos choveu em cima, queríamos continuar, pois é uma tradição louletana que honramos. É para isso que nós jovens servimos para continuar as nossas raízes.
    Voltaremos mas não podemos fazer milagres acerca dos carros, mas podemos, na interacção mostrar alegria e brincar, com vocês: o nosso publico!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s