Hoje!


São 9,35h… além do ruído de uma ou outra viatura que passa asfalto degradado pela ininterrupta chuva, há um grande silêncio. Tão grande, que nem a passarada se faz ouvir hoje, muito menos a garotada, aqui que existem 3 escolas num perímetro de 100 metros, quererá dizer algo…

A revolta dos moradores deste território denominado Portugal, boa parte funcionários que garantem o funcionamento do mesmo, estão cada dia mais remetidos à fatalidade de “por cá ficar” na ausência de alternativa… Pararam!

Pararam aqueles que, não governando, executam as determinações dos governantes. Não pararam por desobediência ou quebra do zelo profissional, pararam por revolta contra tanta e tão continuada injustiça, contra a falta de imaginação política, contra a falta de coragem de agir onde se deve agir…

Parando dizem que não se reconhecem neste país e que se recusam a ver-se tornados “sem-abrigo” na terra em que nasceram e que, com dedicação, têm servido!

Disto resulta o profundo silêncio que se sente neste dia em que, uma vez mais, os servidores do Estado fazem um sério aviso ao Governo para que repense as suas opções sócio-políticas e governe de modo a salvar esta Nação.

Nota: agradecimento ao Daniel Oliveira pela sugestão musical!

5 comentários

Filed under Cidadania, Opinião, ssebastiao

5 responses to “Hoje!

  1. George 77

    O Público disse:
    A direcção de informação da TVI rejeitou hoje as declarações prestadas pela jornalista Manuela Moura Guedes no Parlamento sobre a extinção do “Jornal nacional” de Sexta, considerando-as “falsas” e “desmentidas pelos factos”.

  2. sónia

    Oxalá que esta crise mundial tenha um fim à vista bem mais depressa do que muitos falam.
    Num país onde já são mais os reformados do que os desempregados. Em que se distribuem subsidios aos milhões. Que agora, durante três anos, temos de pagar a factura de muitos e muitos milhões para a desgraça que aconteceu à Madeira e à região do Oeste mais ao…. e à….
    Oxalá que este cofre de Euros não chegue ao fundo. E depois é que a coisa vai doer. O Diabo seja surdo cego, e tudo o mais que o possa manter distante desta situação. Sónia

  3. Tiago

    A Sónia tem razão. Se este país estivesse mal orientado e governado já o dinheiro não chegaria para os reformados e não só. Essa é que é essa. Parabéns Sóninha! Temos que ser directos e não vivermos nas nuvens. Coisa que muita gente adora.

  4. São respeitáveis as opiniões que referem as dificuldades da economia nacional, mas, muito sinceramente é lastimável que não lamentem que sejam de novo os trabalhadores do estado os escolhidos para a colmatar sem que outros alvos mais folgados sejam tocados.
    Sauda-se a proposta do CDS-PP para que sejam congelados os prémios dos gestores públicos e seja divulgado o seu valor. Se não fôr uma medida populista e folclórica será uma acção inovadora no sentido de introduzir justiça no esforço nacional contra a crise. Mas há mais!

  5. Rico

    Todos os salários de mais de 1000 Euros deveriam ser descontados 10%. E os Bancos deveriam ser obrigados a pagar ao Estado 30% dos seus lucros até que a crise fosse debelada. Mas ninguém quer fazer sacrifícios. Apenas os direitos são reclamados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s