Amanhecer (louletano) na Rotunda!


Inteiramente produzido em Loulé, criado por dois professores do Concelho, José Sequeira Gonçalves (texto) e João Espada (ilustração), o “Amanhecer na Rotunda” apresenta aquela que advinhamos ser a forma mais cativante e humana de conhecer os bastidores da Implantação da República Portuguesa em 5 de Outubro de 1910!

Como tudo se perde no “passado” com a morte da memória é precioso o trabalho de investigação histórica e quando, como neste caso, os relatos são fiéis e cativantes, faz-se conhecimento e promove-se cidadania. Foi o que sentiu quem já leu e assistiu à apresentação desta obra louletana de sonho que honra a República e marca as Comemorações do Centenário…

Não há progresso sem romantismo, não há justiça sem ideais; mesmo contra os mais sólidos poderes podem levantar-se vontades de mudança que, com sonho e coragem, podem vencer se envolvidas pelo Povo!

Desta obra está a ser ensaida uma peça teatral a cargo do Teatro Análise de Loulé (CCL) a ser apresentada a 5 e 6 de Outubro de 2010 no Teatro Lethes em Faro e mais tarde em Loulé (em sessão única). Disso, a seu tempo, aqui falaremos!

Poderá não ter sido Proclamada a República no Algarve… mas, o Algarve fez a República em Lisboa, também!

4 comentários

Filed under Algarve, Cidadania, Ensino, gente, História, Loulé, Política Nacional, ssebastiao

4 responses to “Amanhecer (louletano) na Rotunda!

  1. Zarco

    Espero que com este livro os monárquicos aprendam mais alguma coisa e deixem de ser tão fanáticos contra a República.
    A Duquesa de York veio dar uma ajudinha.

  2. Republicano

    Não me pareceu um evento muito louletano já que os rostos presentes não me pareceram muito conhecidos por estas bandas. Mas com isto não quero dizer que se deixe de apoiar uma obra de dois professores que exercem a sua actividade não em Loulé mas noutra localidade do concelho. A República merece. Zé Republicano

  3. Meu caro “Republicano”; esclarecendo o título do post digo-lhe que após leitura desta obra encontrará uma “Tia Constantina”, louletana a residir em Lisboa e descobrirá que tudo se resolve quando o Cruzador Adamastor, comandado pelo Tenente Cabeçadas, atinge o Palácio Real das Necessidades pondo em fuga o Rei D. Manuel II (jovem filho de D. Carlos)…
    Quanto aos autores, penso que o João Espada é louletano. Na verdade os dois professores trabalham no Colégio de Vilamoura que se encontra no Concelho de Loulé!
    Achamos que o título do post é verdadeiro e justo!!

  4. Escalabitano

    Talvez seja o grande romance do ano destas comemorações. O novo livro de Moita Flores
    «Mataram o Sidónio!», de Francisco Moita Flores
    «O assassínio do Presidente da República Sidónio Pais, ocorrido em 1918, é um mistério. Apesar de a polícia ter prendido um suspeito, este nunca foi julgado. A tragédia ocorreu quando Lisboa estava a braços com a pneumónica, a mais mortífera epidemia que atravessou o séc. XX e, ainda, na ressaca da Primeira Guerra Mundial. A cidade estava exaurida de fome e sofrimento. É neste ambiente magoado e receoso que Sidónio Pais é assassinado na estação do Rossio em Dezembro de 1918.
    Francisco Moita Flores constrói um romance de amor e morte. Fundamentado em documentos da época, reconstrói o homicídio do Presidente-Rei, utilizando as técnicas forenses e que, de certa forma, continuam a ser reproduzidas em séries televisivas de grande divulgação sobre as virtualidades da polícia científica.
    Os resultados são inesperados e (Morro Bem. Salvem a Pátria?) é um verdadeiro confronto com esse tempo e as verdades históricas que ao longo de décadas foram divulgadas, onde o leitor percorre os medos e as esperanças mais fascinantes dessa Lisboa republicana que despertava para a cidade que hoje vivemos. E sendo polémico, é terno, protagonizado por personagens que poucos escritores sabem criar. Considerado um dos mestres da técnica de diálogo, Moita Flores provoca no leitor as mais desencontradas emoções que vão da gargalhada hilariante ao intenso sofrimento. Um romance que vem da História. Uma história única para um belo romance»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s