Anti-Portagens na A22!


Foi esta tarde, em Loulé, anunciada a constituição da Associação de Utentes da A22 (Via do Infante)… eram 19,00h. Loulé no centro da Luta contra as Portagens!

Como em tudo que se cria e se desenvolve existe um núcleo fundador. Neste caso foi a mesa constituída por Duarte Santos, Richard Farr, Regina Casimiro, João Vasconcelos, Nuno Vianda, José Domingos e José Ramos residentes na região algarvia, de Vila Real S. António a Lagos, exercendo actividades para as quais a via longitudinal algarvia é indispensável e não substituível pela E. N. 125, constitui-se o Núcleo Fundador.

Entretanto, refere o JN…

A constituição legal da Associação de Utentes é o passo imediato e prévio aos contactos com as forças políticas e instâncias sócio-profissionais algarvias.

Ficou claro que o objectivo é, no imediato, reunir forças e vontades que se oponham à instalações de Portagens na A22 pelos malefícios que trarão à economia da Região e aos orçamentos familiares dos que cá trabalham.

Este blog partilha a oposição às Portagens na única via de comunicação algarvia que permite deslocações viáveis para quem trabalha. Não teve dúvida em associar-se a este movimento de cidadãos condutores. Aqui dará conta das iniciativas desta Associação e dos Protestos que vier a realizar!

11 comentários

Filed under ssebastiao

11 responses to “Anti-Portagens na A22!

  1. O Macloulé felicita o professor Almeida e associa-se desde já à iniciativa. A EN 125 não é uma estrada, é uma rua (e de má qualidade)!

    Um grande abraço e bem vindo de novo à blogosfera, que ficaria mais pobre sem o Sebastião.

    João Martins

  2. Friza

    Estou completamente baralhada: Esta noticia que li noutros blogs não entra em vigor? “Toda a população de todos os municípios do Algarve vai beneficiar destas isenções e descontos”, garantiu hoje Paulo Campos.

  3. Friza; a complexidade dessas isenções levaria a que, só quem realizasse um lanço e residisse mesmo em cima dele e não o usasse todos os dias, ficasse isento de pagamento. Mas, aqui o problema é o Algarve e a sua viabilidade!
    A única comunicação viável que, só recentemente, une a Região se tiver Portagens vai, não só consumir ordenados, mas afastar clientes e aumentar os custos dos abastecimentos… Aqui as Portagens agravarão o PEC!
    João; esta vai ser uma luta difícil, mas justa, que vai necessitar de imaginação e capacidade de trabalho. O Algarve só muito raramente se mobiliza por causas. Neste processo deverão ser as redes sociais e, sobretudo, os Blogs a adicionar os argumentos mobilizadores pois a imprensa tudo fará para abafar qualquer acção bloqueando a notícia.
    Contamos com o MacLoulé na frente deste movimento de cidadania, como é seu timbre!

  4. Observador

    Porque acho o assunto pertinente, junto comentário que fiz ao mesmo assunto mas da A23 que passa aqui a meu lado. dada a crise que o país vive, aceitaria as portagens sem dificuldade desde que exixtessem alternativas viávais. Mas onde é que elas estão?

    Chover no molhado

    O título deste artigo de opinião pode ser considerado uma redundância mas também é uma expressão popular antiga que significaria não vale a pena, é sempre a mesma coisa, está tudo na mesma, etc. Veio-me à memória esta expressão que penso, infelizmente, estar bem aplicada no assunto em reanálise, as portagens, o mesmo é dizer que não vale a pena porque é chover no molhado.

    De facto, apesar do assunto das portagens já ter sido aqui tratado ainda há pouco tempo por este modesto aprendiz de fazedor de opinião, vale a pena voltar a falar do mesmo. Estou certo e convicto que é chover no molhado. Mas o certo é que até nuestros hermanos já se começam a queixar das ditas antes delas estarem em vigor. Ainda há dias uma empresa de Salamanca, que semanalmente cá vem trazer mercadoria, se queixava que os produtos terão que encarecer devido aos novos e inesperados custos. De empresas portuguesas ainda não se sentiram este tipo de queixas, talvez porque continuamos a importar muito mais do que exportamos.

    Sem dúvida, sabe-se que voltar a falar nas portagens da A23, agora já com calendário para entrarem a facturar, é mesmo chover no molhado. Mas mesmo assim atrevo-me a perguntar de novo onde estão as alternativas. Sei que muita gente, de todos os quadrantes políticos, defende a política do utilizador pagador, neste caso das portagens. Mas então eu pergunto quanto é que alguns senhores, beneficiários e usufrutuários de mordomias de tudo e mais alguma coisa, quanto é pagam por utilizar essas mordomias. Esses são utilizadores gastadores e não se preocupam com os pagadores, até porque terão portagens pagas, carro pago, combustível pago, motorista pago e em muitos casos até um cortejo de seguranças pagos. Tudo isso pago com o nosso dinheirinho, o dinheirinho dos nossos impostos, que somos obrigados a pagar, que pagamos mesmo, para não nos penhorarem tudo e mais alguma coisa até ao vaso de noite.

    Os autarcas desta região alargada, destes distritos de Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Guarda, para não falar dos limítrofes como são Lisboa, Leiria, Coimbra e Viseu, o que é que dizem sobre as portagens, já que o governo é insensível a estas coisas, sabe pouco de geografia e só conhece o interior de passagem e por alto? Nada. Uns porque são do partido do poder. Outros porque aspiram a ser do partido do poder. E os outros porque pensam que não têm poder nenhum. Isto vai ficar assim porque não há sentimentos de regionalismo, de solidariedade, de transparência e de verdade. Uns porque não têm coragem para colocar os dedos na ferida, outros porque não querem prejudicar as suas carreiras, e acima de tudo porque todos pensam que tudo vai continuar a andar. Mas desta vez talvez se enganem. O pessoal tem que passar a andar menos, alguns a marcar passo e a maioria a andar como o caranguejo como as economias regionais, a estagnar ou a regredir.

    Sei que é chover no molhado. Mas mesmo assim atrevo-me a perguntar de novo, a quem tem a responsabilidade por estas coisas do trânsito e da economia, onde é que estão as alternativas? Expliquem-me. Expliquem-nos. É mesmo chover no molhado. Mas prontos, como agora se diz.
    Carlos Pinheiro
    19.09.10

  5. Alter

    A imprensa tudo fará para bloquear qualquer acção ?????????????
    Que eu saiba sendo esmagadoramente do psd a imprensa vai concerteza dar forte. Alter

  6. Jorge

    Sou de opinião de utilizador – pagador!!! Por carga de água os pobres que não possuem automóvel têm que pagar as portagens daqueles que têm? E, acontece, que todos os algarvios, sem excepção, vão ter direito as 10 portagens gratuitas e as restantes com desconto. E, se nada querem pagar é uma questão de acordarem mais cedo para utilizarem a 125. Não é assim tão difícil…

  7. Jorge

    Os comentários válidos são só os favoráveis às não portagens? Coloquei um comentário, a favor das portagens, que foi…simplesmente censurado!!!
    Confesso que não dá para entender!!! Como é que têm coragem para criticar, seja o que for, se manifestamente têm atitudes pidescas?
    O meu comentário ofendia alguém?

    Jorge Silva Santana

  8. Jorge; são 20,50h, apenas agora a Net voltou a funcionar e li os comentários em caixa, validei-os todos!!! Onde encontrou a Censura? A seu pedido apagarei o último dos seus dois… mas tem que o pedir com a devida pompa.
    A sua opinião vale tanto quanto a minha, respeito-o, a cada cabeça um voto!

  9. Jorge

    O meu comentário acabou por…aparecer!!! E, precisamente no momento em que estou a lê-lo estou a ouvir a notícia do fim da isenção dos medicamentos para os idosos. Isso sim me preocupa. Alguns idosos têm pensões miseráveis e, numa altura da vida em que normalmente surgem as doenças tornando-se necessário recorrer a medicamentos o que faz o governo? Obriga-os a pagar os remédios!!!

  10. Ryto

    Todos nós gostaríamos de pagar zero seja nas portagens ou em qualquer outro imposto. Todos gostaríamos de receber apenas beneficios e a maioria até se não trabalhasse nunca, seria uma felicidade. Queremos viver como nos paises ricos como a Alemanha e outros ? Mas como? Como se pode comparar essas Economias com a nossa ?

  11. Que vergonha!

    DIGA NÃO A TODAS AS PORTAGENS EM SCUT’S!
    DE NORTE A SUL!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s