Meu caro Dr. Seruca Emídio…


Sr. Presidente, saiba que este blog se solidariza com o seu acto de coragem, porventura, fundado na confiança pelo seu amigo Júdice!

De facto este “sebastião” reclamou de si medidas geradoras de emprego, por diversas vezes o fizemos, mas recordamos o caso “Unicer”…

Na verdade, por bairrismo ou por reposição directa da força de trabalho, defendemos a Campina de Baixo como alojamento de uma grande área comercial mas reconhecemos a melhor centralidade do Parque das Cidades.

Não sabemos se existem outros “mega-investimentos” candidatos à instalação no Concelho mas, aplaudimos este “acordo com a IKEA” que, se se confirmar, criará emprego e atrairá consumidores para aquela zona a necessitar de soluções.

Assim como Vairinhos trouxe a Sonae para Loulé e isso foi assimilado apesar das críticas iniciais, também a IKEA o será e Vª Exª acabará sendo recordado pela decisão!

Relativamente à polémica “grandes superfícies/comércio tradicional”, sendo que cada produto tem o seu cliente, pouco podemos, na verdade, fazer contra as lógicas deste mercado global. Muito menos poderemos, além do ridículo, condicionar as opções dos consumidores. Isto não se aplica, lamentavelmente, às benesses concedidas aos estabelecimentos asiáticos, esses sim são demais e destróem as regras comerciais civilizadas.

Em resumo: Entendemos e apoiamos a sua decisão e vamos pugnar pelo êxito da mesma porque é uma resposta aos desafios que lhe lançámos!

12 comentários

Filed under Algarve, Blogosfera, Cidadania, Consumo, Loulé, ssebastiao

12 responses to “Meu caro Dr. Seruca Emídio…

  1. labrego

    Sendo assim não faz sentido defender o comercio local. Para quê se todos os dias são abertas superfícies que o vão destruir. Acabem com esta barracada de uma vez por todas e façam de cada loja um bar ou uma casa de p…… Chega!
    Comerciante labrego

  2. Sénior

    Achei interessante a distância que marcou o grande intelectual mostrado na foto e o Snr. vereador Joaquim. De certo nunca esteve tanto tempo junto de uma personalidade destas. As possibilidades que às vezes surgem na vida das pessoas só porque lhes deram uns votos alaranjados. Espero que o Snr. Vereador passe agora a estudar a obra desse grande português que ali esteve… mas muito distante. Sénior

    • Anónimo

      gostava de saber porque será que dão tanta importância ao Sr. Vereador Joaquim Guerreiro, que nem saber escrever uma frase sem erros sabe…. No entanto aprendeu a falar com um sotaque lá dos lados de Lisboa.. Será ele oriundo desses lados?? A política cá da terra assim não vai longe. Sabem que esse Sr. e o seu grande amigo lá das bandas de Querença estão a preparar-se para serem os próximos candidatos a Presidente da CML , não sabemos é quem irá em primeiro lugar? Vão destruir o Engº Graça. Andam a queimá-lo. Será que vão conseguir?

      José

  3. Trago para aqui uma opinião que expressei no Facebook em resposta a dois amigos:
    “Boas reflexões as do José e do Armando, plenas de sentido social com realce para as questões da segurança e da rede viária!
    Contudo, no presente momento, os investimentos são escassos, as intenções dos investidores andam em redor do lucro e do “marcar posição geográfica. O negócio do empresário não é a “caridade”, aliás já o não é de quase ninguém!
    A solução do comércio tradicional está na sua capacidade de atrair o cliente que tem dinheiro para lhe comprar os produtos e nunca naproibição de instalação de novos concorrentes. Se assim procedesse uma administração territorial estaria a cometer dois erros: O Proteccionismo e Limitação da Oferta! E sabemos que tal seria incompatível com o Mercado aberto que caracteriza o sistema por que nos regemos, nem precisamos de ser Liberais para o verificar (!)
    Tem importância o número e qualidade dos postos de trabalho sim!
    Serão do sector terciário, para nosso mal, o que mais procura encontra, mas serão em bom número e estimularão outras actividades. Por certo serão mal remunerados e precários, mas mesmo assim serão emprego, numa época em que ele está mais em queda que em oferta…
    Resta a área de Desenvolvimento Industrial da Campina de Baixo para o sector Secundário (ou transformador) uma vez que o Primário já lá se localiza (Cimpor e Pedreiras) para a instalação de empresas que exijam qualificação da mão-de-obra para a produção… Mais uma razão em favor da Localização escolhida por Seruca Emídio!
    Veremos!”

    • marcio martins carrilho

      Já que falaram nos chinocas!! Um Reparo que se o nosso “querido” (Des)Governo socialista, ou será capitalista? Já nem sei o que é com tanta trapalhada deste Sr Engº Relativo, quiser seguir será aplaudido da minha parte! Será que ao fecharmos fronteiras e impedir entrada tanto de chineses como de Brasileiros, Russos, etc, etc, etc, não estaremos a resolver a crise da falta de trabalho para os portugueses?? Governo PS = Criação de 100.000 Empregos??! Onde? Só na cabeça do Sr Engº Relativo.

      Diga-me Sr Almeida, você como bom (ou mau) militante PS, como todos sabemos que o é, não tem vergonha em vir criticar o Dr. Seruca por puxar mais uma grande superficie para Loulé, em prol de todos e da economia do Concelho de Loulé?

      O comércio local em Loulé, tirando os cafés e restaurantes, está, como todos sabem, na ruina por um erro na altura, efectuado pelo Sr Vairinhos, o tal que abandonou a câmara de Loulé na bancarrota praticamente, e como o Sr Bota tambem o fez, Vendo bem vocês politicos comem todos no mesmo prato!!!!

  4. Então agora é um acto de coragem ajoelhar-se perante os interesses das grandes multinacionais? Fica por explicar as “trafulhices” de aquisição de terrenos antecipadamente à decisão e a alteração do PDM para não violar a RAN. A ACRAL avançava com destruição de 10000 postos de trabalho baseado num estudo da Universidade Católica. Isso merece ser debatido?
    João Martins

  5. Oscar Ramos

    Professor Almeida é desconcertante.Por vezes quer defender o comércio local, depois aplaude coisas como esta. Não vê que uma coisa não casa com a outra. Não acha que já chegam grandes lojas grandes supermercados?
    Parabéns ao sr. João Martins.

  6. Caro Óscar; tenho o máximo respeito pela sua opinião.
    É tão válida para mim como a minha é… haverá uma diferença de consideração dos factores económicos objectivos que cada um de nós tem presentes.
    Há muitos meses que não se criam empregos neste Concelho, aliás o Desemprego não para de almentar no Algarve e, acontece que eu não vejo onde são as grandes superfícies a provocar isso; o que sinto é estagnação e desistência em face da brusca quebra do poder de compra!
    Não acredito que os consumidores destas “catedrais” sejam clientes do pequeno comércio (o que eu sou, de facto!), não deixando de ir, também, ao Supermercado!
    Finalmente, a minha concordância declarada frontalmente, não constitui aprovação cega dos processos negociais e dos eventuais dolos administrativos, que a existirem, condenarei e noticiarei… Entendo que o autarca deu passos para a criação de empregos, embora se possam perder alguns… não tantos como os “especialistas” afirmam porque, olhando em redor, não noto que existam!
    Fraternas saudações ao João Martins e a si também!

  7. marcio martins carrilho

    Enquanto houver Governos PS e PSD este país não sai do fundo onde se encontra! Já fui militante activo no PSD-Loulé e o Sr. Almeida conhece-me bem e como tal, sabe bem o quanto divergimos em termos de visão política! Vamos ser francos Sr. Almeida, duvido que alguma vez ganhe a Junta de São Sebastião. O Sr. não tem capacidade para gerir seja o que fôr. Ou quer a câmara? Bem vimos que o Seruca ganhou com maioria Absoluta em Loulé pela 2ª Vez consecutiva. É pena de ser o último mandato se houvesse mais Seruca ganharia de certeza absoluta!

  8. Márcio; até lhe daria opinião sincera a cada questãoo que coloca se aceitasse corrigir afirmações que me atribui… Mas, de que lhe valeria isso, se me considera tão incapaz de gerir?
    Mesmo assim, talvez escolha um assunto para um próximo post!

  9. Iva

    Estou a viver num pais de pessoas muito intelegentes, com esta história do IKEA só pergunto uma coisa Sr Presidente quanto é que se ganha num negócio destes? se é no esteval na alfarrobeira ou na unicer o local pouco interessa porque os louletanos têm carros e podem-se descolocar. Tenham vergonha e ajudem os necessitados e não judices ou outros parasitas da sociedade. Eu não autorizava nada disto em LOULÉ, defendam-se comerciantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s