E… o Feriado de hoje?


Temos neste 8 de Dezembro um Feriado, exclusivamente, religioso, numa sociedade dita “laica”! Nada de grave, é um direito dos Cristãos, mas como o da semana passada, requer que se conheça o sentido efemérico e religioso… que macula a concepção e, apenas, reserva à mãe de Cristo o privilégio da excepção.

Reproduzimos o que publica a Câmara Municipal de Vila Viçosa no seu site

“A Igreja Católica celebra a 8 de Dezembro o dia da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. É uma festa que se situa no início do ano litúrgico, Tempo do Advento, iluminando o caminho da Igreja rumo ao Natal do Senhor.Imaculada Conceição é um dos importantes títulos com que é venerada a Virgem Maria.O dogma Imaculada Conceição de Nossa Senhora foi proclamado pelo Papa Pio IX, em 1854, com a bula Ineffabilis Deus, resultado da devoção popular aliada a intervenções papais e infindáveis debates teológicos.Nos anos 700 esta celebração já existia no oriente. Em 1570, Pio V publicou o novo Ofício e em 1708 Clemente XI estendeu a festa, tornando-a obrigatória a toda a cristandade.Em Portugal, o culto foi oficializado por D. João IV, filho de D. Teodósio e D. Ana Velasco, primeiro rei da dinastia de Bragança. Sendo um dos nossos feriados nacionais, de extrema importância para Vila Viçosa, uma vez que é aqui que se encontra Nª. Sr.ª da Conceição.Foi também em Vila Viçosa que D. João IV, filho dedicado e obediente da Santa Igreja e devotíssimo da Virgem da Conceição, perante a imagem de Nossa Senhora da Conceição ofereceu Portugal à Mãe Imaculada de Jesus, depondo a coroa real aos pés da Rainha do Céu que, doravante, seria também a Rainha de Portugal. A que era somente Padroeira de Vila Viçosa passou a ser Padroeira de Portugal.Para além da coroação de Nossa Senhora da Conceição, D. João IV reconhecendo a protecção eficaz da Padroeira do Reino pela libertação do domínio francês, criou a ordem militar de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa.Depois desse grande momento, os reis seus sucessores nunca mais puseram sobre a cabeça a coroa real.A grande peregrinação anual ao santuário de Vila Viçosa celebra-se a 8 de Dezembro, solenidade da Imaculada Conceição, Padroeira principal de Portugal.”

Em verdade, esta honra conferida à Virgem é respeitada no 1º de Dezembro; este dia 8 de Dezembro que já foi da Mãe, tem vindo a ser transferido e conjugado de forma mais ampla à Mulher estando remetido para 8 de Março e assumiu um carácter internacional de reconhecimento da igualdade de direitos, da Mulher e do Homem, na Vida e no Trabalho. Entretanto a Igreja Católica teima em segregar as restantes Mães… Vá se lá saber até quando?

6 comentários

Filed under Cidadania, História, Património, ssebastiao

6 responses to “E… o Feriado de hoje?

  1. Sénior

    Igreja católica leva anos e anos enganando cada um para depois num dia qualquer resolver aceitar o que sempre contestou. Veja-se o caso do preservativo (que afinal só é autorizado em condições muito especiais)!

  2. Mena

    Porque haviam de passar o dia da Mãe para o 2º domingo de Maio? Estamos todos habituados (pelo menos os menos novos) a ter neste dia uma lembrança especial para a nossa mãe. Ai os Snrs. Priores que borram a opa dia sim dia não. Mena

  3. Faro

    É por estas e por outras que grande parte das igrejas por esse país fora estão às moscas. E se as pessoas fossem mais informadas poucas lá iriam. Quem tem fé pode prová-lo num sítio qualquer deste mundo. E sobretudo ajudando o próximo. Faro

  4. Dogma

    Os Concílios, ao longo da história, impingiram aos católicos, leis, deveres e algumas aberrações que mais tarde irão ser esquecidas como já aconteceu com algumas. Lembram-se do Limbo? Enganaram milhões de fiéis em todo o Mundo dizendo que quem não fosse baptizado iria para um sítio especial que não era nem o Céu nem o Inferno. Há dois ou três anos chegaram à brilhante conclusão que essa era uma ideia apenas simbólica. Mas esqueceram-se dos milhões de seres humanos que sofreram por causa disso. Eu acredito em Deus e é a ele que me dirijo. O resto são balelas. Dogma

  5. Tim

    Quem me explica esta coisa:
    Esta altura do ano é propícia à medição do estado de espírito dos portugueses, do optimismo ou pessimismo que os apoquenta. Há muitos indicadores, mas estes são os mais fiáveis: os portugueses, entre 29 de Novembro e 5 de Dezembro, levantaram 598 milhões de euros da rede Multibanco (mais 5 milhões do que no mesmo período do ano passado) e gastaram 673 milhões nos terminais de pagamento automáticos nas lojas (mais 30 milhões de euros face a igual período de 2009), no total de 1,2 mil milhões de euros. Em suma, neste período os portugueses gastaram mais 35 milhões de euros do que em 2009. (Tomás Vasques)

  6. Beja

    Acho que aquele rapaz, o Medina Carreira deve poder já fazer um relambório de duas horas seguidas sobre o tema. Ou então o Professor Marcelo que está preparado para falar de feiras e romarias, pregos, lojas de trezentos e economia. Eu só não percebo como estamos em crise com tanta cabeça fenomenal que existe de Valença à Pedragosa. Tim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s