O nojo sem vergonha!


Loulé tem a virtude da centralidade geográfica do Algarve. Não só esse facto, mas também a sua paisagem, o seu litoral, barrocal e serra deveriam dar-lhe a centralidade económica da Região!

Claro que irão dizer que os políticos “isto e aquilo”, em parte, terão razão sim, que os cidadãos não exigem deles e não demonstram acompanhar os seus actos… Mas, será que os políticos são piores que os cidadãos?

A miséria moral é pior que a fome e a carência económica pois essa permanece, teimosamente, alheia aos valores éticos e desrespeita as regras de qualquer administração só se contentando com o “pleno e exclusivo benefício”. Perante a ausência de moral tudo em redor fica consporcado por inércia ou desinteresse.

No Alto de S. Domingos existe o imóvel degradante que a imagem documenta…

Desconhecemos, nem investigamos, quem é o proprietário, logo, nada nos condiciona naquilo que vamos dizer, somos livres de raciocínio e isentos de pressões:

Esta miséria urbana descarrega água para a via pública sem que chova uma gota há uma semana!

A imagem é de 16 de Dezembro (ontem portanto)… São visíveis os sinais de que não estamos perante um caso novo. Repete-se há anos este cenário! Duvidamos que possa ter sido emitida a competente “Licença de Habitabilidade” a um imóvel não finalizado! Tendo em conta a sua “arquitectura” duvidamos que se encontre “Licenciado”! A sua “Estrutura”, por efeito de tanta água, justificará a sua demolição e não a sua conclusão!

Sr. Proprietário; tenha vergonha e aceite que neste sítio (Casco Histórico de Loulé) não pode fazer um “arranha céus” e que não se encaixa bem uma “maison avec magasin”; aceite as condicionantes do sítio e sinta o orgulho de contribuir para a dignidade de Loulé!

Infelizmente, caro Sr., o seu não é caso único e, aos pouco, verá outros serem aqui expostos. Não somos “projectistas” em busca de trabalho, pelos vistos Vª Exª executa pessoalmente esse serviço e outros na área da construção de “batiments”, logo não precisará da nossa opinião… Contudo estamos à sua disposição para algum esclarecimento, pois opiniões essas, por certo, tê-las-á nos comentários que vão aqui surgir!

Finalmente, se maçadas tiver, merecidas sendo, não no-las atribua, antes reconheça que são fruto do seu vergonhoso desleixo que a todos prejudica.

Olhe; tenha Boas Festas!

7 comentários

Filed under Cidadania, Loulé, Opinião, Património, salubridade, ssebastiao

7 responses to “O nojo sem vergonha!

  1. Só para esclarecer os leitores das razões de um assunto destes em quadra natalícia, diremos por agora, que somos pela participação cidadã e que sabemos o efeito que ela pode ter juntos dos decisores. Duvidamos, claro, e muito, que os visados entendam o alcance dessas nossas opiniões. Temos consciência que este assunto vai originar opiniões de desagrado e acusações de delacção… Não tememos nada disso em face do interesse maior de ver valorizada esta paralela à Rua de Portugal para a qual reclamamos mais atenção da Autarquia para que não surja associada a “morte de toxicodependentes” e se veja reconhecida com via histórica como, de facto, é!

  2. anónimo

    Já há muito que vinha alertando para os desleixos, (em muitos sectores que não só este), que vêm afectando a Cidade, os culpados não sei quem são, mas que os há, há! Resta agora apontá-los e chamar-lhes à atenção dos seus deveres. Se o desleixo continuar, muito mal vai quem nos dirige.

  3. Zizi

    Degradação de edifícios não faltam em Loulé. Alguns, os senhorios não dispendem de dinheiro para os recuperar mas pelo menos uns reboques e umas pinturas por fora para não dar o ar de bairro da lata nos muitos que por aí existem. Muitos dizem que a Câmara está mais entretida a fazer coisas para ganhar votos e o resto fica lá para o Natal de 2020 ou mesmo 30 quem sabe ?
    Boas Festas e menos desleixo.

  4. Ana Maria

    Professor Almeida de acordo consigo totalmente quanto a este assunto.
    Agora gostaria de saber se acaso saberá a que se referiu o louletano ex-bailarino – António Laginha quando no jantar de louletanos em Lisboa disse:
    “António Laginha, que analisou a situação das estruturas culturais algarvias e em especial as louletanas, sugerindo a criação de uma Casa da Cultura em Loulé.”
    O texto do ” Louletanos em Lisboa” é pequeno e não dá para perceber o que quereria dizer o Snr. A. Laginha quanto à criação de uma Casa da Cultura em Loulé já que existe uma desde há muitos anos (não sei quantos) e agora a sugestão será para ??????
    Como louletana e frequentadora dos vossos espectáculos (ainda há pouco assisti a um deles) gostaria de saber qual o sentido dessa tal frase: Um muito obrigado. Sua assídua visitante. Ana Maria

  5. Ana Maria; por certo quem está fora, afastado do quotidiano de Loulé, ignorará alguns feitos locais relevantes. O caso que aqui traz merecerá um tratamento de relevo no “sebastião” pois estamos certos que António Laginha não pretendeu, nas suas palavras, menosprezar a acção àrdua e dedicada da prestimosa e decana instituição cultural louletana – Casa da Cultura de Loulé. Queremos acreditar que se referisse a algo mais ambicioso ainda.
    Orgulho excessivo de um “filho da terra” ausente que perdeu as estribeiras e sonhou alto!
    Tentaremos entervistá-lo!
    Entretanto, na matéria que a Ana Maria aludiu colocámos este comentário:
    «O blog “sebastião” expressa aqui o seu interesse em conversar com António Laginha sobre a, por si, desejada Casa da Cultura de Loulé.
    Existindo já uma Associação dedicada à cultura que adoptou esse nome aquando da sua fundação, salvo erro, em 1976 ficou a dúvida entre a ignorância, a crítica ou mais eclética ambição.
    Pode o prezado António Laginha enviar esclarecimento para o blog, por mail para ajralma@gmail.com ou por via de comentário em https://ssebastiao.wordpress.com»

  6. Tilo

    Também eu fiquei de ouvido àlerta pois mesmo não sendo daqui reconheço um trabalho valioso àquela Casa. Espero também que não a ponham no caixote como é hábito nesta terra. E alguns filhos dela que estão foram se calhar sabem tanto do assunto como eu da feitura de folhados. Mas já agora fico aguardando notícias sobre essa tal novidade de uma nova Casa da Cultura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s