O Não de Vitor Neto!


NÃO às portagens na Via do Infante! SIM à Economia do Algarve!

A introdução das portagens na Via do Infante está marcada para 15 de Abril, apesar da oposição dos que vivem, trabalham e visitam a nossa Região. O Algarve continua a dizer NÃO a esta decisão.

Trata-se, sempre se tratou, de uma decisão política, isto é fora de qualquer lógica económica ou de justiça, em nome do princípio – hipócrita – do «utilizador pagador», quando todos sabemos que não é aplicado de forma equitativa no país. É aplicado apenas onde dá jeito e é fácil.
Basta lembrar, para dar apenas um exemplo, as centenas de milhões de euros que o Estado dá, todos os anos, como «indemnizações compensatórias», para financiar os transportes públicos das áreas metropolitanas de Lisboa (450 milhões/ano) e do Porto (150 milhões/ano)!
No caso concreto do Algarve está tudo dito. Quase 2/3 da Via do Infante foram construídos com fundos comunitários no início dos anos noventa. A EN 125 não é «alternativa», continua a ser uma «rua», cada vez mais perigosa.
Dizemos com frontalidade ao Governo dirigido pelo PS (e aos apoiantes oficiais do PSD e CDS): o Algarve não pretende nenhum privilégio; o que o preocupa são as consequências (algumas imprevisíveis) da introdução de portagens, que:
1- Afectam a mobilidade dos cidadãos (tempo/custos) que a utilizam na sua vida normal e nas deslocações diárias para o trabalho;
2- Afectam milhares de empresas (tempo/custos) de dezenas de actividades, que operam na Região;
3- Afectam directamente a principal actividade económica do Algarve: o Turismo, a mobilidade dos turistas – nacionais e estrangeiros, com consequências imprevisíveis na «época alta».
Perante estas consequências que são evidentes, questiono os responsáveis públicos, se têm consciência plena dos riscos que corre a economia do Turismo, com a introdução de portagens na Via do Infante.
Concretamente: se têm consciência das complicações, custos e incomodidades causados pelas formas de pagamento anunciadas (chip, dispositivo).
Refiro-me aos turistas estrangeiros que se deslocam ao Algarve com viatura, aos turistas estrangeiros que alugam viaturas para se deslocarem na região, aos espanhóis sobretudo da vizinha Andaluzia que aqui se deslocam diariamente.
E refiro-me, já agora, aos milhares e milhares de portugueses de todas as regiões que se deslocam ao Algarve, sendo que muitos deles não usam, na sua vida diária, chips, nem dispositivos especiais, nem via verde!
Alguém tem de assumir as responsabilidades!
Dissemos NÃO às portagens em 2004. Vamos continuar a dizer NÃO, agora!

2 comentários

Filed under Algarve, Blogosfera, Cidadania, ssebastiao

2 responses to “O Não de Vitor Neto!

  1. O “sebastião” foi a Faro… No “Seu Café” acontecia a Tertúlia dos “Cavaleiros da Távula Quadrada ” que, na véspera do Fórum, queriam debater razões e formas de luta. Foi uma noite agradável, muito concorrida, com debate acalorado onde, afinal, o acordo foi possível – ninguém quer Portagens no Algarve!
    Esperamos que à 15h00, no NERA, a coragem não esteja ausente e se grite claramente a razão que assiste à Região.
    É um momento grande de afirmação de vontade que exige presença; mas, não será o fim da luta, por isso, serão benvidas as energias para “os novos momentos” neste processo de revolta inteligente, responsável e corajoso. Todos seremos poucos, chegou a hora de dar a cara e dizer presente!

  2. Dinheiro Grátis Poker Online

    Explicação emocionante aqui, opiniôes assim demonstram valor aos que visitar este sítio.
    Dá muito mais deste web site, a todos os teus leitores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s