É no Sábado!


Aquilo que parece ser pode não acontecer… Porque o “vento” parece, agora, soprar em favor dos utentes não devemos cruzar os braços e cantar vitória.

A Oposição às Portagens é muito mais que “uma birra” sendo uma Guerra pela defesa do Algarve e dos algarvios, que nestes dias os nossos amigos e vizinhos têm demonstrado ser um problema seu também, a ponto de se estarem a organizar para se juntar a nós no Protesto do Guadiana.

Em Política, como temos provas, aquilo que hoje é verdade, amanhã é mentira. Esta causa, sendo justa, será permanente e, com ou sem equipamentos de cobrança no terreno, manteremos a Recusa de Pagamento de uma via que não é SCUT e que em parte se encontra paga por dinheiros europeus há vinte anos!

Vamos, sem desculpas, todos para a Estrada! A comitiva de Loulé organiza-se no Parque das Cidades pelas 15,00h!

Pela Justiça, por Nós, pelo Algarve, não faltes!

2 comentários

Filed under Algarve, Blogosfera, Cidadania, Loulé, ssebastiao

2 responses to “É no Sábado!

  1. Correndo o risco de inconstitucionalidade, o Governo decidiu adiar a cobrança de portagens previstas para 15 de Abril. Contudo, o movimento social contra as portagens na Via do Infante não desmobiliza com esta pequena vitória do adiamento. Ao contrário, alarga-se ao movimento de contestação de empresários e cidadãos/ãs da Andaluzia, que irão participar em força no Protesto de 9 de Abril. Assim se mostra que a luta é de toda a gente, sem fronteiras de língua, contra as injustiças do capitalismo.
    Abraço.
    Helder Raimundo, Comissão de Utentes da Via do Infante.

  2. Eis aquilo que entendem os Empresários da Andalucia:

    Temen que el peaje dañe
    las relaciones con Portugal
    HUELVA | El secretario general
    de la Federación Onubense
    de Empresarios (FOE), Rafael
    Ávila, advertió ayer del “impacto
    desfavorable” que para
    las relaciones de Andalucía
    con el Algarve portugués va a
    tener la decisión del Gobierno
    luso de implantar un peaje en
    la autopista del Algarve. Ávila
    ha precisado que, según las
    últimas noticias con las que
    cuenta la FOE, dicho peaje
    podría estar operativo a partir
    del próximo 14 de abril, y
    afectará de forma directa a los
    más de 250.000 camiones que
    al año atraviesan la frontera y
    a los más de 300.000 turistas
    que llegan a Andalucía vía aeropuerto
    de Faro.
    “Se trata de dos regiones que
    se daban la espalda hasta la
    apertura del Puente Internacional
    de Ayamonte y que
    ahora, con la implantación de
    este peaje, pueden ver afectadas
    sus relaciones”.
    Asimismo, ha precisado que
    el tipo de peaje que pretende
    implantar el Gobierno luso es
    el de pago por dispositivo a
    cuenta, es decir, “toda aquella
    persona que quiera cruzar
    la frontera deberá de alquilar
    un dispositivo que cuesta 27
    euros y cargarlo con 50 euros
    que deberá de gastar antes de
    tres meses, de lo contrario los
    perderá”. Por tanto, se trata
    de un método que, si bien es
    práctico para los que crucen
    habitualmente la frontera
    “perjudica a todas aquellas
    personas que se desplazan de
    manera esporádica ya sea por
    turismo, por trabajo o por puro
    placer”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s