A Ponte…


Ocupar e celebrar a Ponte! Foi um ato que desejou simbolizar a Amizade e a Comunicação entre os Povos… Algarve e Andaluzia puderam comunicar-se, sem burocracias nem controlos policiais depois da liberdade conquistada e da integração europeia.

Não será agora, com as Portagens da Via do Infante, que esta proximidade ibérica será roubada… Não será porque os Cidadãos não querem nem o vão permitir!

4 comentários

Filed under Algarve, Blogosfera, Cidadania, ssebastiao

4 responses to “A Ponte…

  1. Moeda

    Espero que fiquemos livres de esse pagamento. Temos muitos a fazer. O que pensará Cavaco disso ?
    Ao longo dos anos alguns políticos conseguiram vantagens a curto prazo na concertação social concedendo benesses nos regimes de aposentação e de reforma cuja despesa se repercutiria apenas a médio e longo prazo. A situação mais absurda foi a criada por Cavaco Silva, que permitiu aos funcionários públicos a compra de anos de serviço e foi o que se viu, muito boa gente comprou uma dúzia de anos e serviço declarando que davam explicações desde os nove anos de idade e aposentaram-se com cinquenta anos.

  2. De facto, o simbolismo da ponte internacional representou a solidariedade entre algarvios e andaluces. Bem disse, o alcalde de Ayamonte, António Rodriguez: sem uma ponte livre de portagens, voltaremos à fronteira velha do ancien régime. Bravo!
    HFR

  3. Laos

    Espero que a suspensão das portagens seja definitiva.
    Li há minutos no Publico on line este trecho:
    e paulo , lisboa. 11.04.2011 15:25
    Fernado Nobre,o latifundiário da indústria

    humanitária como bem lhe chamou o Luís de Gaia,revela-se o que foi ao longo de uma vida:um homem (e a sua família) a viver bem à custa da desgraça alheia com cheques dos Negócios Estrangeiros e das grandes empresas,sem fazer a ponta de corno,e que acha que está na altura de mudar de amo para que tudo fique na mesma.Pois sem miséria,sem fome,sem guerra,sem sofrimento Fernando Nobre não é nada.

  4. Moeda e Laos; algum tempo foi dispendido na consideração dos vossos comentários que, não merecendo a concordância da moderação (nem têm que merecer), representam a vossa opinião e não comprometem este blog. Ao fugirem do tema em análise e comportarem afirmações, não demonstradas, sobre personalidades obrigam a que a autoria do “sebastião” delas se desvincule. Apelamos a que sigam os assuntos dos posts e não derivem para assuntos muito diversos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s