Mercado e Praça…


Tanto dinheiro gasto e, já em Junho, estamos neste estado, com Crise e antes da Época Alta! Aqui nem podemos atribuir culpa ao recomeço das Obras na Praça da República, embora já devessem estar concluídas!

(Afinal: há ou não traço contínuo? Foram resolvidos os problemas das cargas e descargas? Para que servem os Pinos?)

19 comentários

Filed under Blogosfera, Cidadania, Estacionamento, Loulé, Opinião

19 responses to “Mercado e Praça…

  1. O pessoal também agradecia que não perseguissem as pessoas que não têm onde estacionar e aproveitam às vezes uns minutitos mas são logo perseguidas como se fossem bandidos. Grande visão tem esta gente ali do edificilo municipal. E depois o comercio definha ? Pois claro senhores clarividentes .

  2. notcerta@gmail.com

    Até a fome parece ter já desaparecido.
    O senhor Passos Coelho, agora na pele de primeiro-ministro indigitado garante, em “entrevista ao jornal britânico Financial Times que Portugal enfrenta dois “anos terríveis” pela frente, com um desemprego recorde e uma profunda recessão.”
    Não estive de acordo com o senhor Passos Coelho durante a campanha eleitoral e lamento muito, mas não é por ele ser agora primeiro-ministro indigitado que vou passar a concordar com ele.
    Ora, é evidente que Portugal não vai enfrentar dois “anos terríveis”. Eu diria até que muito pelo contrário. Em Portugal, vai jorrar leite e mel. Aliás, tal é já um facto. Veja-se, só a título de exemplo, que a “fome” que afligia milhares, senão milhões de cidadãos, antes das eleições e, designadamente, durante a campanha eleitoral, já desapareceu por completo. Nunca mais se falou desse flagelo, nem nas televisões, nem nos demais órgãos de comunicação social. A ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana) deixou de abordar o tema, através da sua hierarquia. As cantinas escolares já não precisam de abrir portas durante as férias, como no passado recente, acontecia. E, argumento decisivo: até Cavaco Silva deixou de ir “matar a fome” ao Casino do Estoril.
    Alguma dúvida?
    Francisco Clamote

  3. afonsinocota@google.pt

    Loulé continua sendo PSD em grande estilo entretanto a politica nacional vai assim:
    Eu não sou, caro Francisco Louçã, dos que refazem a história e, politicamente, não sou daqueles que apagam um camarada da fotografia para lá pôr outro.

    Rui Tavares, ainda eurodeputado do ainda Bloco de Esquerda

  4. tidaograo@gootmail.com

    Como eu gosto de passear por ali. Mas ainda vão recomeçar obras ? Vão acabar com o resto ou vão alindar esta obra de Seruca Emídio que tal como outras mereciam ir para o livro dos mamarrachos do concelho. Anos dois mil gastaste o dinheiro todo ? Vai ao Barril. O Público diz que o Tribunal de contas considerou uma espécie de aborto a obra da Creche camarária e toda a obra em si. Quem fala sobre isso ? A oposição em Loulé está à espera de quê ? Tidão

  5. António

    Eu gosto muito de PINOS, PIN e também de narizes emPINados. São gostos!..

  6. quartzcam@google.com

    Voltaram as obras à Praça da República ? Agora é a transformação dos quadrados junto à raíz das árvores em círculos ? E também vai haver mais candeeiros daqueles de autoestrada ? Lindo mesmo. Quartz

  7. biaboa@gmail.com

    Alguém aí atrás falava que gostava de narizes empinados. Ainda hoje na Assmbleia da República aquele senhor que odiava a classe politica desempinou-se. De todo .
    Afinal não lhe ofereceram o coelho à caçador que ele ambicionava mas sim um prato de espinhas. Às vezes paga-se caro o ser-se pouco coerente apesar do arzinho de bondade que se ostenta. Bia

  8. margamontes@gmail.com

    No blog Mac Loulé é demonstrado por A+B como o Dr. Seruca não é nada do santinho cuja imagem foi fabricada pelos seus correlegionários. É de ver. Margarida

  9. borgsmel@hotmail.com

    Há Jumentos que têm uma visão mais nítida do que muitos governantes. Leiam:
    Espero ainda que Cavaco Silva faça também os seus votos de pobreza e ponha fim à tendência para transformar o Palácio de Belém numa Casa Real de Boliqueime que gasta quase tanto quanto a rainha de Inglaterra e que sem se saber muito bem para o quê tem mais assessores do que um bom par de ministérios juntos. Se estes sinais se estenderem à Presidência da República, aos autarcas, aos generais e almirantes e aos directores-gerais e presidentes dos institutos e fundações serão positivos e contribuirão para a moralização da vida pública e para a respeitabilidade da classe política.

    Se estas manifestações não passarem de um franciscanismo anedótico então sugiro que Passos Coelho junte os trocos que poupou, peça a Rua Augusta emprestada ao António Costa e com o patrocínio do Soares dos Santos e do Belmiro de Azevedo ofereça uma sardinhada ao povo pobre de Lisboa.

  10. Jorge

    Há indivíduos mais burros que jumentos. É o caso do tipo que passa a vida a transcrever o Jumento. Por sinal um nome bem escolhido para o blog. Neste comentário fala de Cavaco Silva como se fosse o único em Portugal que tem excesso de assessores e coisas parecidas. E a merda de Sócrates? O verdadeiro culpado da ruína deste país? E que agora vai-se refugiar em Paris à custa de.. todos sabemos (ou quase todos…)? é tempo de se acabar com fanatismos e clubismos. É tempo de acabarmos de ser cobardes. É tempo de reagir!!! É tempo para PENSAR!!!

  11. burrito

    Para o querido Jorge simpático no trato e até muito correcto no estilo de escrita, como se vê vou-lhe dizer que as suas palavras não me demovem de ser um dos muitos milhares de leitores do tal Blog O Jumento. E depois todos ou muitos de nós sabemos que este mandato e o outro de Cavaco Silva em termos de acessores foram e são dos mais caros desde pelo menos do início da Democracia de Abril. Apenas existe uma pessoa que pode anular os comentários que eu posso uma vez ou outra deixar aqui por achar que correspondem à verdade, apesar de ser burro na boca do simpático Jorge . Essa pessoa é o Snr. Professor Almeida. Se os anular aceito democráticamente essa posição pois é ele o dono do blog e não eu. Cumprimentos Senhor Jorge e Viva os Democratas termo que não se pode aplicar a qualquer um. Burrico

  12. visconde

    Mais um ano e mais um acto dos nossos democratas camarários que vale a pena trazer aqui de novo. Tive a apreciar antes de entrar no Festival Med a quantidade de gente com bilhetes oferecidos.Mesmos os próprios se gabavam entre eles ali à entrada. Entretanto eu cumpridor e pagador dos impostos da nossa Câmara arrotei com três bilhetes para a família. Uns entram à borla e outros na mesma fila pagam que se lixam. Vergonhosa este democracia à louletana ? Não . Má que jête ? Tudo gente do mais sério e do mais primororoso. Visconde pobre

  13. belmar

    Pensando bem, os governos civis só sobreviveram porque a regionalização nunca se fez. Dizer-se que as suas atribuições devem transitar para as autarquias é um absurdo, pois daí necessariamente decorreria a redução da eficiência e a degradação dos serviços prestados aos cidadãos no que respeita à segurança, à proteção civil do território e à gestão das eleições.
    Eliminar de uma penada os governos civis deixaria inúmeros e intrincados problemas por resolver. Nada, já se sabe, que atrapalhe o actual PM, apostado em não perder uma oportunidade para demonstrar que raramente sabe do que fala.
    PS – O tom acintoso com que Passos Coelho se referiu aos Governadores Civis e o momento que escolheu para o fazer revelam má educação e falta de sentido de Estado. Os servidores do Estado devem ser respeitados, independentemente das tarefas em que se ocupam e da concordância de cada qual com as políticas que a mando dos governos eles executam ou executaram. Imaginem que o PM se tinha pronunciado nos mesmos termos sobre as forças armadas que se encontram no Afeganistão.
    Lido e visto no As vozes dos outros.
    Bel Mar

  14. Malta

    Ao mercado ao mercado, senhores. E temos Ministros que vão ter que trabalhar dia e noite pois se um ministro não dá conta de uma pasta como é que estes dão conta de três pastas ? Ou as pastas são de papel reciclavel ?
    Vejam só – Paulo Macedo na Saúde é um escândalo! Vai para a saúde mas tem medo de agulhas! Com Paulo Macedo a Saúde vai ter missa do sétimo dia. E será que posso confessar, ao ministro da Saúde, que as minhas dores de cabeça são causadas pelo BCP? A coisa está a começar bem. Vamos ter esperança . Malta

  15. Bombo

    Acabou o Med que para o meu gosto musical teve ruído a mais. Alguns grupos que pareciam grandes grupos foram afinal uma amálgama de sons. Para quem já está bem bebido tanto lhe faz que o barulho acabe com os tímpanos ou não mas os outros têm também uma palavra a dizer. Uma melhor escolha para o ano se a crise deixar. Também a coisa dos bilhetes oferecidos aos amigos deverá acabar pois se estamos lutando com o governo contra a corrupção não podemos mais uma vez assobiar para o ar.

  16. Vinte e cinco

    Professor Almeida como estão as novidades deste Governo quanto ao problema da Via do Infante ? Já se sabe alguma coisa ? Durante a campanha ouvi um dirigente do PSD dizer que as portagens eram mesmo para não irem pra frente. Não sei se era demagogia ou se seria verdade.O que se sabe ? Vinte e cinco

  17. cloclo@gost.pt

    Pior que as obras e os buracos a abrir mensalmente na Praça da Republica são os buracos que se ouvem lá por Lisboa. Oiçam esta da Moura Guedes:::
    “a) enquanto Sócrates esteve no poder, a sra. Guedes ia ter um programa na SIC;
    b) quando foram marcadas as eleições, o programa da sra. Guedes ficou em stand-by;
    c) como o PSD ganhou as eleições, a sra. Guedes foi descartada.A senhora Guedes não se apercebeu de que não passou de um objecto”.
    De facto, são coincidências a mais para não se concluir que a senhora Guedes foi tratada pela SIC do Dr. Balsemão como um objecto que, de útil, passou a inútil. Não serei eu a chorar lágrimas de crocodilo: só teve o que merece.

    Francisco Clamote

  18. temavonde

    Com a Fome e a Miséria que se APROXIMA (oxalá me engane) não pode haver mais dinheiro gasto em MED’S, NOITES BRANCAS, Etc, Etc, quer em Loulé quer nas outras duzentas e tal Câmaras Municipais deste País , vou escrever á Troita para acabar de vez neste país, com estas BIZARRIAS; o moço das festas da CM que vá para Querença tirar Cortiça, ..fazia-lhe muito bem…. As Câmaras Municipais só deviam ter dinheiro para: pagar os Salários aos funcionários,; as Obras Municipais; a manutenção das infraestruturas águas/esgotos/lixo; e as Sociais/educação…mais nada nem futebois nem festas nem “subsidios+contratos p” ás Juntas de Freguesia que pagam muita coisa???!!!!

  19. cloclo@gost.pt

    Li há pouco mais umas perolas ditas pelo nosso 1º há pouco mais de dois meses.. Acho que vale a pena dar a conhecê-las.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s